Monday, August 18, 2008

mentiras...pequenas

"todos os dias uma mentira.
escutava-as sorrateiras, junto aos seus ouvidos.
conseguia lê-las nos lábios de todos os que lhe diziam bom dia.
chegava mesmo a sentir o calor da mentira que lhe afagava as costas.

todos os dias ensurdecia. mais...
as vozes tornavam-se insuportáveis. palavras mortas de verdade.
lábios cosidos em pequenas mentiras disfarçadas de acto de contrição.
sons austeros de honestidade deslavada nas profundezas. mais...

acreditar em mentiras feitas de verdade ou verdade feita de mentiras?
terá o tempo retirado a franqueza dos banquetes e substituído por javalis com laranjas presas em seus dentes selvagens?
seremos todos cordeiros a sacrificar?

a mentira a si própria se justifica na boca de quem profere suas palavras...
argumenta contra o advogado do Diabo
cresce sumarenta
ávida de sangue
não importa qual
desde que escorra, vermelho escarlate.mais...

pequenas fábulas que se alteraram nas vozes que as contaram
pequenos contos perdidos
todos os dias a evolução prossegue, mentindo...

será a mentira uma arma? mais poderosa ainda que a esferográfica?
ao ritmo que os ouvidos entopem...
...em breve o mundo será dos surdos.

ignorance is bliss..."


Brainworm

2 Comments:

Blogger RB said...

Começo a ficar com a impressão que a mentira é imperialista...

22 August, 2008 11:26  
Blogger lampejo said...

Talvez a surdez seja a arma para combater a mentira, ou uma forma de minimizar os seus custos...
E assim vai o mundo, com mentiras e hipocrisia...

27 August, 2008 12:00  

Post a Comment

<< Home